Análise de sentimento: 6 motivos para incluir a estratégia em sua rotina

Análise de sentimento é uma estratégia, qualitativa ou quantitativa, que permite identificar a forma como os consumidores enxergam as marcas. Na assessoria de imprensa, ela funciona como uma ótima maneira de administrar a reputação do cliente no meio digital.

No entanto, ainda são poucos os profissionais de comunicação externa que incluem a análise de sentimento na rotina de gestão de imagem das marcas assessoradas.

Para te fazer entender que é preciso mudar esse cenário, elaboramos este post com 6 ótimos motivos para você incluir essa estratégia em seu dia a dia. Seu cliente só tem a agradecer.

6 motivos para assessores fazerem análise de sentimento

Utilize nossas 6 dicas como pontapé para traçar estratégias de gestão e de monitoramento de mídias sociais assertivas para seu cliente.

Não esqueça que considerar o que o público tem a dizer sobre a marca é essencial para a assessoria de imprensa digital, bem como é uma atitude benéfica para a saúde dos negócios em um mercado empresarial tão competitivo.

 

  • Obtenção de panorama da marca

 

O primeiro motivo para você executar a análise de sentimento na rotina da assessoria de imprensa é a obtenção de um panorama sobre a empresa de seu cliente.

Consumidores, potenciais clientes, imprensa, colaboradores e demais públicos de interesse utilizam as mídias sociais e publicam coisas relacionadas à marca ou expõem opiniões. Ficar de olho nisso tudo é uma forma de sempre estar à frente do que é dito sobre a empresa assessorada.

Com esse panorama, você pode estruturar um planejamento de assessoria assertivo para seu cliente, com o objetivo de solucionar possíveis problemas encontrados ou de potencializar ainda mais a saúde do negócio.

 

  • Identificação de consumidores insatisfeitos

 

Identificar consumidores insatisfeitos com a marca de seu cliente é outro bom motivo para incluir a análise de sentimento em sua rotina como assessor de imprensa.

Não é novidade que as pessoas utilizam os canais de comunicação digital para mostrar que estão insatisfeitas com um produto, para compartilhar experiências ruins com o serviço da empresa e para alertar outras pessoas sobre essa insatisfação.

Se não dermos a devida importância a esses comentários negativos no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Instagram, por exemplo, acabamos deixando a marca assessorada vulnerável aos momentos de crise.

Para viralizar um conteúdo negativo sobre uma marca, saiba que basta apenas que as pessoas compartilhem. E para que a imprensa note esse fato, basta apenas uma mensagem ou um e-mail.

Na era das mídias sociais, precisamos entender que tudo é instantâneo. E comentários negativos viralizam com mais facilidade do que os positivos.

Ao executar a análise de sentimento, você consegue identificar os consumidores insatisfeitos e as situações que causaram o problema.

A partir disso, é possível traçar estratégias para reverter a situação e conquistar um consumidor mais satisfeito em relação aos serviços da marca assessorada.

 

  • Identificação de influenciadores de opinião

 

O terceiro motivo para categorizar e analisar menções à marca do cliente no meio digital é a identificação de influenciadores de opinião.

Sabe aquele seguidor que sempre compartilha, comenta ou reage às publicações da fanpage de seu cliente? Ou então aquela pessoa que publica fotos e marca a empresa no Instagram? Valorize-os.

A partir da análise de sentimento, é possível identificar essas pessoas e pensar em estratégias que mostrem que elas são importantes para a marca.

Envio de brindes, compartilhamento das publicações e convites para lançamentos de produtos ou eventos são exemplos de ações que você pode pensar na assessoria de imprensa.

 

  • Prevenção de crises

 

A prevenção de crises também é um ótimo motivo para as assessorias de imprensa começarem a se importar com o que as pessoas comentam sobre a marca nas mídias sociais.

Em muitos casos, uma publicação mal feita no Facebook, uma foto mal pensada no Instagram ou um tuíte elaborado em um momento de descuido podem gerar situações delicadas para a empresa.

Além disso, não podemos esquecer que as ações do meio físico andam de mãos dadas com o online. Uma frase dita para o cliente e uma atitude errada de um colaborador podem virar publicação no meio digital. Não esqueça disso.

Voltando à análise de sentimento, a categorização dos comentários permite que você identifique se a empresa está à beira de uma crise e se é necessário traçar uma estratégia para reverter a situação.

O assessor de imprensa precisa estar preparado para reverter as situações delicadas para o cliente com calma e planejamento.

 

  • Análise de campanhas

 

O quinto motivo para incluir a análise de sentimento no planejamento de assessoria é a mensuração das ações executadas para o cliente.

Monitorar os comentários das pessoas nas mídias sociais durante uma campanha pontual do cliente permite que a assessoria de imprensa avalie se a estratégia trouxe os resultados traçados no planejamento.

Além disso, é uma forma de mensurar seu trabalho como assessor de imprensa e mostrar para o cliente que o investimento em um serviço de comunicação vale a pena.

 

  • Insights para estratégias empresariais

 

A análise dos comentários dos consumidores também é uma forma de gerar insights para estratégias empresariais. Afinal, muitas vezes gestores acham que sabem o que o público de interesse deseja, mas nem sempre é assim.

Às vezes, estamos tão mergulhados no cenário da empresa e nos nossos ideais de vida que acabamos acreditando que o público pensa de uma determinada maneira.

O monitoramento dos comentários é uma forma de analisar as necessidades dos consumidores e de observar se a empresa está alcançando as expectativas do público externo.

Esses comentários podem gerar insights, identificação de fraquezas da marca e definição de novas estratégias para a marca. Portanto, fique de olho no que as pessoas comentam no meio digital.

Será que a tecnologia pode ajudar na análise de sentimento?

Quando falamos de estratégias de mídias sociais, como a análise de sentimento, percebemos que elas podem afetar a rotina profissional. Afinal, demandam tempo e acabam comprometendo outras estratégias importantes para as marcas.

Isso, na assessoria de imprensa, se torna um gargalo profissional. Mídias sociais, releases, reuniões com o cliente, planejamento de comunicação e tantas outras estratégias também precisam ser executadas e demandam tempo e dedicação.

Se o assessor de imprensa for executar monitoramento de mídias sociais e análise de sentimento de forma manual, vai comprometer o rendimento no dia a dia.

Então como fazer para evitar que o monitoramento de mídias sociais comprometa as outras estratégias da assessoria de imprensa? A resposta é simples: investimento em um software desenvolvido para otimizar a atividade.

Um exemplo de ferramenta voltada para monitoramento de mídias sociais é o zMonitor. Essa plataforma otimiza a gestão dos canais de comunicação digital e automatiza processos como a análise de sentimento.

A ferramenta categoriza, de forma automática, os comentários dos seguidores nas mídias sociais em negativo, neutro e positivo. Isso facilita a rotina do assessor de imprensa.

No entanto, aqui fica um alerta: por mais que o software automatize o processo, o olhar humano ainda é essencial. A língua portuguesa é cheia de particularidades que uma máquina não consegue decifrar.

A união da tecnologia com o olhar humano forma uma ferramenta poderosa para as empresas. Vale a pena pensar no investimento em uma plataforma profissional de monitoramento de mídias sociais.

Para se aprofundar em comunicação externa na era digital, sugerimos o download do nosso ebook Assessoria de imprensa e mídias sociais – 18 coisas que você precisa entender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *