clipping de notícias

Clipping de notícias: 6 perguntas que você deveria fazer

Em primeiro lugar, pense no seu atual cenário de clipping de notícias. Você o consideraria satisfatório e preciso?

Pense nisso. Mas tente ter um olhar crítico sobre o seu serviço de assessoria de imprensa. Analise as fraquezas e os pontos fortes do clipping que você oferece atualmente.

Em um primeiro momento, podemos achar que o cenário está perfeito. Mas basta um olhar mais distanciado e crítico para percebermos que é possível melhorar. Sempre é possível aprimorar o serviço que oferecemos ao cliente.

E é isso que nos propomos com este post. Queremos te ajudar a aprimorar o serviço de monitoramento de mídias que você oferece ao seu cliente.

Dessa forma, selecionamos 6 questões que vão te ajudar a fazer um diagnóstico estratégico sobre o clipping de notícias.

6 questões importantes sobre clipping de notícias 

Para que você continue com a leitura deste post, reflita. Será que seu clipping de notícias não está saindo mais caro do que o necessário?

E por “caro” queremos que você compreenda, além do lado financeiro, aspectos como reputação da agência, reputação da marca, produtividade dos assessores e resultados de comunicação comprometidos.

Enquanto você reflete sobre essas questões, use as 6 perguntas que selecionamos para este post como guia para melhorar o desempenho de sua rotina.

 

1. Qual é o investimento financeiro para a estratégia de clipping?

Primeiramente, aspecto financeiro é algo que fala muito alto na estratégia de clipping de notícias, certo?

Então, primeiro precisamos entender como as agências de comunicação enxergam isso.

Existem agências que contratam o serviço de clipadoras (empresas especializadas no serviço de clipping).

Além disso, há casos de empresas que resolvem fazer o clipping por conta própria. Ou seja, contam com o auxílio de mecanismos de busca (que são alternativas gratuitas).

E ainda há aquelas assessorias que esperam os jornalistas enviarem os pdfs das matérias.

Considere o nosso questionamento inicial. Quanto custa o seu clipping atualmente?

Seja crítico.

Perceba que mecanismos de busca, por exemplo, são ferramentas gratuitas.

Em um primeiro momento, os profissionais da agência pensam: “opa, vai valer a pena!”. Mas quando percebem que é trabalhoso procurar conteúdos em um mecanismo que é influenciado por técnicas de SEO, ou que não há como filtrar as notícias com eficácia, notam que o barato sai caro.

Quando falamos em clipadoras, temos que entender que esse não é um serviço barato. Afinal, essas empresas necessitam de uma equipe de profissionais para entregar um clipping completo para os clientes.

Por sua vez, se você faz parte de uma agência que espera o PDF dos jornalistas, é hora de ligar o alerta vermelho. As redações estão cada vez mais enxutas! Ou seja, temos menos jornalistas para cobrir uma infinidade de pautas no dia a dia.

Esperar pelo PDF significa limitar o clipping e deixar a estratégia dependente da ação do outro. Entenda que monitoramento de mídias eficiente está alinhado com proatividade.

Então, será que seu clipping não está saindo mais caro do que deveria?

 

2. Qual é o esforço necessário para um monitoramento de mídias completo?

Nossa segunda reflexão é sobre o esforço investido para fazer um clipping de notícias completo.

Quantas horas você passa fazendo clipping?

Quantas vezes você precisou entrar em contato com a empresa de clipping para lembrar que saiu uma matéria sobre seu cliente em um veículo específico?

Quantas vezes você teve que adiar o envio do relatório de clipping para o cliente porque não conseguiu dar conta da estratégia?

Todas essas questões têm a ver com o cenário que muitas agências vivem. Monitoramento de mídias é algo demorado (se feito de forma manual) e pode diminuir a produtividade dos profissionais, deixando-os estressados e vulneráveis à perda de deadlines.

Então, para que o clipping de notícias seja uma ferramenta estratégica, precisamos compreender o trabalho que temos para obter um monitoramento de mídias completo.

Não adianta termos um clipping completo se estamos comprometendo o desempenho das outras estratégias de comunicação (que são tão importantes quanto o monitoramento de notícias) e se estamos vendo a produtividade dos profissionais de assessoria despencar.

Clipping manual significa monitoramento de notícias repetitivo e limitação na conquista de resultados.

Em outras palavras, será que não seria melhor automatizar o processo (com o auxílio do Knewin News), deixar a atividade repetitiva para um software e posicionar os profissionais em ações mais estratégicas? Reflita sobre isso.

 

3. Quantos furos no clipping você teve nos últimos meses?

Furos no clipping é um tema que deixa assessores de imprensa desconfortáveis. E muitos profissionais já passaram por essa situação, não é mesmo?

Monitorar mídias, na era da assessoria digital, significa ter de ficar de olho em veículos impressos, digitais, televisivos, radiofônicos, vídeos, sites de nicho, portais de notícia… E por aí vai.

Imagine monitorar tudo isso de forma manual, ou com o auxílio de ferramentas gratuitas. As chances de furos são significativas.

Furos incomodam as agências, que não conseguem entregar um serviço completo ao cliente, e também deixam os clientes insatisfeitos com o serviço de assessoria (no qual investiram dinheiro e tempo).

No entanto, entenda que furos no clipping podem ocorrer. É normal. Somos seres humanos. Até mesmo as máquinas podem estar suscetíveis ao furos, ok? Então respire fundo.

Mas se apenas dependermos do olhar humano, as chances de furos são maiores. O profissional fica cansado, tem outras estratégias para organizar, tem prazos para cumprir e tem a vida pessoal (que às vezes afeta o desempenho no trabalho).

O problema é que esses furos no clipping de notícias podem custar muito caro. E aqui não estamos falando de dinheiro, e sim de reputação de marca.

Só para exemplificar, clipping manual significa que uma fake news pode passar despercebida, ou que uma matéria interessante para o assessorado fique de fora do relatório de monitoramento de notícias.

Uma alternativa para esse problema está na otimização do processo. O Knewin News faz isso e te ajuda a evitar furos no clipping, permitindo que seu monitoramento de mídias seja muito mais completo e estratégico.

 

 

4. Você tem acesso a um mailing completo e eficiente para o seu cliente?

O monitoramento de mídias que você oferece aos seus clientes é completo?

Pense em quais fontes noticiosas você monitora para os assessorados. Não esqueça que, hoje, não basta ficar de olho apenas nos veículos tradicionais.  Temos uma abrangência de canais jornalísticos no meio digital também.

Um mailing completo para clipping de notícias significa o monitoramento de todos os veículos jornalísticos estratégicos para seu cliente.

Para isso, precisamos mapear o que queremos monitorar e temos de ter objetivos bem definidos para a estratégia de clipping.

Sem isso, não conseguiremos oferecer um serviço completo para os assessorados.

Então, pense se sua estratégia de clipping envolve o monitoramento dos canais noticiosos mais estratégicos para seu cliente. E entenda que, dependendo do cenário, isso pode mudar.

Além disso, também lembre que cada cliente é único. Isso quer dizer que o mailing também vai mudar.

Se, no seu atual cenário de assessoria de imprensa, ter acesso a um mailing estratégico para o clipping for difícil, talvez seja a hora de repensar a execução do monitoramento de mídias.

Mailing incompleto limita a conquista de resultados. E mailing completo, mas que exige muito esforço e tempo, custa caro para as agências de comunicação. Então, qual é o seu cenário?

 

5. O seu cliente está satisfeito com os relatórios de clipping?

O quinto ponto que incluímos neste post tem a ver com a satisfação de seu cliente.

Pense nisso neste momento.

Seu cliente já se mostrou insatisfeito com os relatórios de clipping?

Ele já questionou as matérias que o mencionam na imprensa?

Ele já falou que não vê valor na assessoria de imprensa?

Entenda que essas questões têm muita relação com o processo de clipping de notícias. Afinal, o monitoramento de mídias é uma estratégia-chave para mostrar ao cliente que assessoria de imprensa vale a pena.

No entanto, se não temos uma estratégia de clipping efetiva, como vamos convencer nossos clientes sobre o valor da assessoria de imprensa?

Às vezes não percebemos, mas o processo de clipping afeta (e muito) o desempenho de outras estratégias de assessoria (e os resultados da comunicação externa). Ou seja, é como se fosse uma bola de neve, entende?

Se o monitoramento de notícias é manual e demorado, isso afeta o tempo que temos para elaborar relatórios. E, por consequência, o cliente pode não ficar feliz com o resultados.

Por sua vez, se o monitoramento de mídias tem furos, o relatório de clipping vai ficar incompleto – e o cliente não vai ficar feliz.

Se o serviço de clipping de notícias é caro, isso vai ser um aspecto que vai falar alto na proposta de assessoria do cliente. Afinal, muitas agências incluem o valor do monitoramento de mídias na proposta enviada ao cliente.

Entende como é uma grande bola de neve?

Dessa forma, a satisfação do cliente em relação aos relatórios de clipping (e ao serviço de assessoria de imprensa em geral) tem muito a ver com a forma como executamos processos no dia a dia. Então, comece a refletir sobre isso.

 

6. Como você faz quando há crises de imagem?

Por fim, reflita sobre a seguinte questão. Você sabe que as empresas estão vulneráveis às crises de imagem no meio digital, e o clipping de notícias é uma das cartas na manga para gerenciar a situação com olhar estratégico. Mas se o seu monitoramento de mídias é manual, demorado e caro, o que você faz quando enfrenta crises?

Usamos esse cenário pelo fato de que, em crises de imagem, o clipping de notícias tem papel essencial para evitar danos significativos na reputação do cliente.

O problema encontrado é que, se temos uma estratégia de monitoramento de mídias manual, quem garante que vamos ter braços o suficiente (já que os profissionais precisam parar tudo para clipar notícias) para garantir uma estratégia sem furos em um momento tão delicado?

É nas crises de imagem que percebemos o quanto o clipping de notícias pode custar caro para uma agência de comunicação.

É nesse cenário que os clientes costumam questionar as estratégias de assessoria.

É aqui que precisamos ser assertivos, para evitar uma grande bola de neve de notícias negativas sobre nossos clientes (que circulam nos veículos jornalísticos, no meio digital e nas redes sociais).

Ou seja, sem um clipping automatizado, a estratégia de comunicação vai custar muito caro para a imagem de seu cliente.

Afinal, como você vai saber se nas últimas horas teve uma menção nova sobre seu cliente na imprensa?

Como detectar informações falsas que estão sendo replicadas em sites de notícia?

Como construir um plano de contingência sem saber o real cenário da crise de imagem?

Dessa forma, entenda que o clipping de notícias é a base de tudo isso. Mas para que consigamos ter uma estratégia precisa, temos de entender que aspecto financeiro (os olhos de muitas agências brilham com ferramentas gratuitas, por exemplo) nem sempre é tudo.

Os danos à reputação de seu cliente, com uma estratégia de clipping falha, vão sair mais caro do que você imagina.

Então, fica o questionamento. Será que não é hora de pensar em clipping automatizado?

 

Você já pensou em automatizar o clipping de notícias?

Os seis questionamentos que trouxemos neste post estão alinhados com a ideia de clipping de notícias automatizado.

Quando o monitoramento de mídias é reconhecido como um gargalo, como algo manual, que não está sendo satisfatório e como uma estratégia cara (financeiramente e para a reputação do cliente), surge a ideia de procurar uma alternativa para o problema.

O software profissional de clipping Knewin News é uma alternativa para contornar todo o cenário problemático do monitoramento de mídias.

A ferramenta da Knewin foi desenvolvida para facilitar a busca por conteúdos noticiosos e para ajudar na construção de ações de assessoria mais sólidas e eficazes para os clientes das agências.

 

  • Vantagens do clipping de notícias automatizado

Em primeiro lugar, entenda que a plataforma automatiza o processo de clipping, a partir de pesquisas estruturadas com palavras-chave e filtros estratégicos para agências de assessoria. Essa busca fica salva na ferramenta, que tem como princípio as informações na nuvem.

O Knewin News facilita a rotina das agências de comunicação porque permite o acesso a um mailing completo, já que entrega mais de 1 milhão de fontes noticiosas. Dentre essas fontes, você consegue clipar veículos impressos, televisivos, radiofônicos e, claro, digitais. Tudo em um só lugar.

E como o processo se torna automatizado, as chances de furos diminuem significativamente. Ponto pra você.

Além disso, como a atividade repetitiva de monitorar notícias fica por conta da ferramenta, os profissionais da agência podem colocar forças em ações estratégicas para alavancar a imagem do cliente.

Ou seja, menos tempo fazendo clipping e mais tempo para planejar e executar estratégias de comunicação externa que façam seu cliente sorrir depois.

E ao falar de cliente sorrindo, não podemos esquecer dos relatórios de assessoria, certo? Você sabia que o Knewin News também facilita esse processo?

Além de automatizar o clipping, nossa plataforma permite a configuração de envio diário de relatórios inteligentes, que contam com métricas efetivas para traduzir o trabalho da assessoria de imprensa.

Junto com os relatórios inteligentes, o Knewin News também fornece envio de newsletters, fácil acesso aos conteúdos noticiosos e uma equipe de suporte para te ajudar a aproveitar todo o potencial de um monitoramento de mídias automatizado e otimizado.

Dessa forma, o Knewin News surge como uma alternativa profissional eficaz para facilitar o trabalho das assessorias de imprensa.

Entenda que, em muitos casos, uma ferramenta paga ajuda as agências a diminuírem custos (financeiros e de imagem).

Por fim, quer visualizar isso na prática? É fácil. É só solicitar um teste gratuito em nossa ferramenta. Nossa equipe está esperando o seu contato para te mostrar todo o potencial de um clipping de notícias completo e automatizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *