Por que planejamento é essencial na hora de gerenciar redes sociais?

Gerenciar redes sociais é uma tarefa que está inserida no contexto da assessoria de imprensa digital. Se antes não precisávamos pensar nessa temática, agora ela é extremamente relevante para a gestão da comunicação externa dos clientes.

A grande questão é que muitos assessores ainda sentem dificuldades em executar o gerenciamento de mídias sociais dos clientes. Afinal, é um processo novo e que requer muito planejamento.

Sem planejar e entender o que você deseja conquistar com a gestão de redes sociais, fica muito complicado mostrar o valor da assessoria de imprensa para seu cliente.

Pensando nisso, decidimos elaborar um post para falar sobre a importância do planejamento na hora de gerenciar redes sociais, com foco no cenário da assessoria de imprensa digital. Esperamos que nosso artigo deixe sua rotina mais efetiva.

Para gerenciar redes sociais na assessoria de imprensa, lembre-se do planejamento

Planejamento é um termo que utilizamos em diversos de nossos conteúdos aqui no blog. E não é para menos. Afinal, qualquer estratégia de assessoria precisa ser executada com muito cuidado, a fim de evitar deslizes e passos em falso.

Então, não seria diferente com a gestão de redes sociais, não é mesmo? Administrar o Facebook ou o Instagram de seu cliente é algo que precisa ser feito com objetivos.

Se você gerenciar redes sociais de qualquer maneira, as chances de passos em falso aumentam de forma significativa. Afinal, nesses canais de interação com os consumidores, tudo é muito instantâneo.

Um simples comentário no Facebook pode representar desgastes para a marca de seu cliente no meio digital. Não esqueça que reputação é uma coisa que leva tempo para ser construída. Mas um deslize pode colocar todo o seu trabalho a perder.

Inclusive, o blog AI tem um e-book que aborda justamente a importância de ser cuidado com a gestão da imagem e da reputação do cliente. Para conferir o conteúdo, é só clicar aqui.

Em conjunto com a ideia de que reputação de marca é algo que preciso de cuidado, temos de ser estratégicos quando gerenciarmos as redes sociais de nosso cliente. O trabalho com assessoria vai muito além da construção de releases.

Hoje, a interação com os consumidores no meio digital, a produção de conteúdo próprio para mídias sociais e a identificação de fake news são passos que não podem  ser deixados de lado na hora de gerenciar redes sociais.

6 coisas para lembrar ao gerenciar redes sociais na assessoria de imprensa

Pensando em tudo isso, selecionamos 6 pontos que você deve prestar atenção na rotina da assessoria de imprensa digital. A conquista de resultados para a marca assessorada vai ficar muito mais assertiva dessa forma.

No entanto, antes de continuarmos com o nosso post, entenda uma coisa. Quando falamos de assessoria de imprensa digital, temos de lembrar que cada caso é um caso. O planejamento de redes sociais de um cliente não vai ser igual ao de outra marca.

Os objetivos diferem. As atuações de marca diferem. E o trabalho da assessoria de imprensa deve focar nisso. É essencial entregar um serviço personalizado, que atenda às necessidades individuais de cada cliente.

1. Calendário de conteúdo

O primeiro passo para gerenciar redes sociais com efetividade é lembrar de calendário de conteúdo. Você inclui esse processo em sua rotina como assessor de imprensa?

Identificar os conteúdos mais interessantes para o canal de seu cliente, pensar em frequência de publicação, analisar se a criação de editorias é importante e decidir o layout das publicações são coisas que devem fazer parte do planejamento de redes sociais.

Tudo isso, em conjunto, ajuda a garantir maior assertividade nas estratégias de interação com os consumidores digitais.

A identificação das temáticas dos conteúdos pode fazer parte de um processo de monitoramento dos assuntos mais abordados nos canais digitais. Quer ver como isso não é tão complicado quanto parece?

  • Como identificar conteúdos interessantes

Com o Knewin Social, por exemplo, você consegue identificar assuntos relevantes e pessoas influenciadoras nos canais de seu cliente. A plataforma otimiza o processo e ajuda a evitar passos em falso na gestão de comunicação externa.

Outra forma de identificar quais assuntos podem ser abordados pela marca é acompanhar os trends do Twitter e as tendências de pesquisa no Google, por exemplo.

Além disso, também fique de olho em datas comemorativas e memes. Se alinhados com as mensagens-chave da marca, os memes funcionam como uma ferramenta poderosa de interação para seu cliente.

Agora, se você está pensando na questão do layout dos conteúdos, não se desespere. A gente sabe que você não é designer, então pode sentir dificuldade na hora de criar cards para gerenciar redes sociais.

Você conhece a ferramenta Canva? Já falamos dela diversas vezes aqui no blog AI. Ela é uma plataforma que facilita a criação de cards para as redes sociais. São formatos variados para se encaixar em muitas situações de gestão de imagem de marcas. Otimização na medida certa para qualquer assessor que deseja se destacar na era da comunicação digital.

2. Prevenção e gestão de crises de imagem

Nossa segunda dica para gerenciar redes sociais com assertividade na assessoria de imprensa digital é lembrar dos termos prevenção e gestão de crises de imagem.

Temos noção de que crise de imagem não é algo que assessores de imprensa desejam. Afinal, é um momento delicado e que pode abalar a reputação do cliente de forma significativa.

Como você sabe disso, já deve ter feito o download do nosso e-book sobre planejamento de crise de imagem em redes sociais, não é mesmo? Mas se ainda não leu o nosso conteúdo, clique aqui e mantenha-se atualizado sobre o assunto.

Mas por que estamos falando sobre isso em um post sobre redes sociais? Por um simples motivo. Hoje, muitas turbulências são geradas nesses canais ou são compartilhadas dentro dessas plataformas.

  • Monitoramento de conteúdos

Além disso, não podemos esquecer que vivemos a era da mobilidade e da instantaneidade. Vídeos viralizam, publicações viralizam e fotos viralizam. E isso tudo pode afetar a imagem de seu cliente (de forma direta ou por associação).

Então, a melhor forma de proteger seu cliente de uma crise de imagem é monitorar os conteúdos nas redes sociais. Essa é a maneira mais estratégica de evitar que publicações negativas ou que fake news afetem seu trabalho como assessor de imprensa.

Para ficar de olho nos canais digitais de seu cliente, você pode contar com a ajuda da tecnologia. O Knewin Social é uma ótima ferramenta para monitorar conteúdos que mencionam o assessorado nas redes sociais.

Manter o olhar sempre atento aos conteúdos publicados no meio digital é uma maneira assertiva de gerenciar redes sociais e de garantir que seu cliente não vai ser pego de surpresa em uma turbulência que poderia ter sido evitada.

3. Análise de sentimento

Análise de sentimento é outro passo importante para manter a assertividade ao gerenciar redes sociais na assessoria de imprensa.

Essa estratégia já foi abordada aqui no blog AI em post e em template. Se você ainda não conferiu nossos conteúdos, respire fundo, porque vamos te ajudar.

Para acessar o post sobre análise de sentimento, é só clicar aqui. E se quiser conferir o template sobre análise de sentimento e clipping (sim, monitoramento de notícias), clica aqui.

Mas voltando ao nosso post, a estruturação de uma análise de sentimento assertiva é essencial para garantir que a imagem de seu cliente não seja abalada por deslizes.

A análise de sentimento nada mais é do que o mapeamento e a categorização dos comentários que mencionam seu cliente.

Na estratégia, o assessor de imprensa categoriza os comentários em positivo, neutro e negativo. Isso permite uma análise qualitativa sobre a imagem da marca,

Por que a análise de sentimento ajuda no gerenciamento de redes sociais? Porque dá ao assessor de imprensa as ferramentas certas para identificar situações delicadas para a empresa, permitindo que ações de contingência sejam estruturadas.

E se você acha que análise de sentimento é um “bicho de sete cabeças”, saiba que o Knewin Social está aí para te ajudar. A partir de um sistema baseado em inteligência artificial, a plataforma automatiza a categorização dos comentários, facilitando a sua rotina e proporcionando agilidade na identificação de situações delicadas para o cliente.

4. Identificação de oportunidades

Mas se você acha que gerenciar redes sociais só tem a ver com identificar ameaças para a marca assessorada, nosso quarto ponto deste post vai mudar seu pensamento.

Ficar de olho nas redes sociais é uma ótima forma de identificar oportunidades para a marca assessorada. Quer ver só?

Existem grupos no Facebook e no LinkedIn para assessores de imprensa e jornalistas. Os profissionais dos veículos noticiosos utilizam as redes sociais para procurar fontes mara matérias ou para conseguir sugestões de pauta.

Além disso, o monitoramento de redes sociais dá ao assessor de imprensa a possibilidade de identificar as novidades do nicho de atuação da marca, o que permite o aproveitamento de oportunidades para os clientes.

Gerenciar redes sociais não significa apenas criar conteúdos relacionados a memes. A estratégia também é uma maneira de alavancar a imagem do cliente no meio digital e, por consequência, no meio físico.

5. Monitoramento de notícias

Outro ponto importante para gerenciar redes sociais com assertividade é lembrar que as notícias também circularam nesses canais de interação.

Se clipping de notícias é imprescindível na assessoria de imprensa, não seria diferente com os conteúdos noticiosos que são publicados e/ou compartilhados nas redes sociais.

Aliás, as notícias publicadas nas redes sociais precisam fazer parte da estratégia de monitoramento de mídias de qualquer assessor de imprensa que deseja se destacar no mercado profissional.

Afinal, muitas pessoas utilizam as redes sociais para se manter informadas. Inclusive, muitas apenas leem os títulos das matérias e decidem se vão repercuti-la ou não. E se você não monitorar as notícias que circulam nessas plataformas, pode deixar seu cliente vulnerável às situações de crise.

Então, inclua, no planejamento de gestão de redes sociais de seu cliente, o monitoramento de qualquer conteúdo noticioso que mencione o assessorado.

Aliás, você pode utilizar essa estratégia para monitorar a concorrência de seu cliente e o nicho de atuação da marca.

Para fazer isso de forma otimizada, não esqueça que você pode contar com a ajuda de um software que automatize o processo de monitoramento de redes sociais. O Knewin Social é uma ótima alternativa para garantir que as notícias relacionadas ao seu cliente sejam capturadas, evitando crises de imagem para o assessorado.

6. Mensuração de resultados

Por fim, o último ponto deste post que tem o intuito de te ajudar a gerenciar redes sociais com maior assertividade na assessoria de imprensa tem a ver com mensuração de resultados.

Medir resultados é um passo imprescindível para mostrar ao seu cliente o valor do serviço de comunicação, bem como é uma forma de identificar se o planejamento de assessoria para redes sociais trouxe os resultados esperados.

Muitos assessores ainda deixam esse passo de lado, pois acham que é um processo complicado. Mas se você pensar assim, só vai prejudicar a sua rotina profissional.

Para te ajudar nesse processo, temos um e-book que foca justamente na mensuração de resultados na assessoria de imprensa, que inclui redes sociais e clipping de notícias.

Ficou curioso? É só clicar aqui para fazer o download do nosso material Mensuração de resultados na assessoria de imprensa.

Além disso, o Knewin Social também facilita a medição de resultados, já que entrega relatórios referentes às páginas de seu cliente nas redes sociais. Um ótimo complemento para seu trabalho, não é mesmo?

Para finalizar este post, saiba que temos um e-book sobre assessoria de imprensa e redes sociais, com dicas para inserir todos os profissionais de comunicação externa no contexto digital. Para fazer o download, é só clicar aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *