nota de esclarecimento

6 coisas para assessores lembrarem ao escrever nota de esclarecimento

Gerenciamento de crise é um assunto fundamental para a assessoria de imprensa. Por isso, abordamos o tema de forma periódica aqui no blog. Uma das coisas que fazem parte dessa estratégia é a elaboração de uma nota de esclarecimento, ferramenta que proporciona a prestação de contas da empresa que cometeu um erro ou precisa se posicionar a respeito de um tópico impactante.

O grande problema da nota de esclarecimento é que muitos assessores não sabem como elaborá-la da forma correta. Afinal, a linha entre uma prestação de contas verdadeira para a criação de uma desculpa é tênue.

Saber como elaborar a nota da forma mais eficaz e verdadeira possível é importante. É isso que vamos abordar neste artigo.

6 passos da nota de esclarecimento na assessoria de imprensa

Para te ajudar a ser um assessor de imprensa habilidoso para o cliente, selecionamos com muito cuidado 6 coisas que você não pode deixar de lado quando elaborar uma nota de esclarecimento.

Esses 6 passos atuam em conjunto para que a empresa se retrate com os públicos interno e externo da melhor forma possível, evitando que a crise se instale e prejudique a reputação da marca.

1. Seja claro em relação ao erro

Se o gerenciamento de crise e a elaboração de uma nota de esclarecimento são estratégias necessárias no momento, é porque algum erro foi cometido. Independente se o fato foi previsível ou não, é importante que o assessor de imprensa seja transparente.

É necessário ser claro em relação ao erro cometido. Ao elaborar a nota, não enrole, vá direto ao ponto. Entenda que o público externo muitas vezes já tem noção sobre o que aconteceu.

2. Assuma a responsabilidade pelo erro

Erros não deveriam acontecer, mas eles existem.Quando uma empresa passa por um momento turbulento, o melhor a se fazer é assumir a responsabilidade sobre o erro.

Fingir que o fato não aconteceu e criar uma nota de esclarecimento sem mostrar que a empresa tem noção do problema são coisas que podem abalar ainda mais a reputação da marca.

Principalmente nas redes sociais, as pessoas estão cada vez mais sagazes e exigentes. Quando uma empresa comete um erro no mundo digital, por exemplo, as pessoas compartilham de forma instantânea. Portanto, não há como fingir que o fato não ocorreu.

Ao elaborar a nota com o esclarecimento, mostre para o cliente que ser honesto e aceitar que houve um erro são passos fundamentais para evitar mais desgastes na imagem.

3. Explique o impacto da situação aos envolvidos

O terceiro ponto da nota com o esclarecimento sobre a ação que gerou a crise é analisar os impactos causados pela situação.

Seja um comentário negativo, danos físicos a alguém ou a algo, campanhas mal planejadas ou um problema com o lote do produto, é fundamental perceber como essa ação impactou a vida de outras pessoas.

Ao perceber isso, estruture esses impactos na nota de esclarecimento. Isso vai evitar que as pessoas criem ideias que não têm relação com o fato real. Ou seja: menos danos à imagem da empresa.

4. Desculpe-se pelos danos causados

Depois de estabelecer quais foram os danos causados às pessoas, é fundamental se desculpar por eles. Empatia é palavra de ordem no texto de esclarecimento da empresa.

Essa empatia vai permitir que a marca seja vista de forma mais humanizada pelo público externo. Afinal, por mais que seja uma mensagem institucional, a nota precisa mostrar que por trás de uma marca, existem pessoas.

5. Estabeleça o que vai ser feito para acabar com o problema

Quando os assessores de imprensa precisam gerenciar crises, é fundamental pensar em estratégias para driblar o problema da melhor forma possível.

Ao emitir notas de esclarecimento, pense em como a empresa pode agir para minimizar os danos causados pelo problema. Existem várias formas de fazer isso. O importante é escolher o que melhor se encaixa. ao cliente assessorado.

Por isso, sente e converse com o cliente para saber como a empresa vai se posicionar. Canal de comunicação aberto é essencial para contornar situações turbulentas.

6. Não crie desculpas ou justificativas

Talvez o maior problema em muitas notas de esclarecimento seja a dificuldade da empresa assumir o erro sem criar desculpas, justificativas ou colocar a responsabilidade em fatores externos.

Às vezes, o cliente pode achar que colocar a responsabilidade do ocorrido sobre fatores externos ou outras pessoas é a melhor escolha. No entanto, fazer isso só vai dar abertura para as pessoas falarem sobre a marca com desconfiança.

Portanto, esta sexta dica é algo que deve nortear a produção de notas de esclarecimento na assessoria de imprensa. Não elabore justificativas que não sejam verdadeiras.

É melhor ser honesto e assumir que errou do que ter o chamado “nariz empinado”. Até pelo simples fato de que as pessoas não vão aceitar esse discurso, vão fazer comentários negativos nas mídias sociais do cliente e vão avaliar a marca com notas ruins.

A elaboração de um texto de esclarecimento é uma estratégia que faz parte do processo de gestão de crise de imagem. Isso deve ser pensado ao elaborar o plano de comunicação da marca. Por isso, sugerimos o download do e-book Planejamento de assessoria de imprensa: 8 passos para uma estratégia imbatível.

planejamento de assessoria de imprensa banner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *