press release

Press release: 5 dicas para emplacar com facilidade

Se você já se perguntou por que não consegue emplacar press release e sugestões de pauta na imprensa com tanta facilidade, não se sinta sozinho nessa jornada.

As redações estão cada vez mais enxutas, existem diversos outros profissionais de comunicação elaborando conteúdos e vivemos a era da abundância da informação.

Então, se não tivermos um olhar muito estratégico e cuidadoso com o conteúdo que elaboramos e disparamos para a imprensa, vamos enfrentar problemas para impulsionar e fortalecer a imagem da marca dos nossos clientes.

Mas antes de você se desesperar achando que tudo está perdido, saiba que há solução para esse problema.

Aliás, soluções.

5 dicas para emplacar press release com mais facilidade

Uma das soluções, inclusive, tem a ver com produção de conteúdo próprio para a marca de seu cliente.

A  outra  solução  tem a ver  com as dicas  que selecionamos para este material.

São 5 passos para você implementar em sua rotina de elaboração de press release e de sugestões de pauta.

No entanto, aqui fica um lembrete: mais importante do que disparar releases para a imprensa e fazer follow-up é cultivar um bom relacionamento com os jornalistas e com outros profissionais de comunicação.

Um bom relacionamento com a imprensa faz toda a diferença no fortalecimento da imagem de seu cliente de comunicação digital.

1. Vá além do press release tradicional

Primeira dica que vai te ajudar a chamar a atenção dos jornalistas quando você enviar um press release ou sugestão de pauta: vá além do formato tradicional.

Já  passou  a hora dos  assessores de  imprensa entenderem  que  o  release,  em seu formato tradicional, não está alinhado com as exigências que encontramos no meio digital.

Releases e sugestões de pauta não precisam ser conteúdos sem graça e que contam apenas com o apoio do conteúdo textual.

Hoje, é essencial que você tenha um pensamento multimídia.

Foto, vídeo, áudio, links para postagens de redes sociais, links para conteúdos de blog, entre outros.

Tudo isso pode te ajudar a emplacar conteúdos com mais facilidade.

Além disso, comece a enxergar os releases e as sugestões de pauta como uma oportunidade para contar uma história relevante para a imprensa.

Mostre por que seu conteúdo vale a pena ser publicado.

Assessores de imprensa que entregam uma história nas sugestões de pauta, com fontes e contextualização, têm mais chances de impulsionar a visibilidade dos clientes.

Então, a partir de agora, comece a olhar para os releases e para as sugestões de pauta como oportunidades para entregar algo além do convencional.

Afinal, não esqueça que também existem diversos outros profissionais enviando conteúdos para a imprensa.

Dessa forma, invista  em um release  rico,  de qualidade, com diversidade de formatos de mídia (para atrair jornalistas e público) e que traga informações relevantes.

2. Use o monitoramento de notícias a seu favor

Segunda dica para emplacar press release com mais facilidade na imprensa: monitore informações.

Sim, o monitoramento de notícias é uma mão amiga para te ajudar a emplacar mais conteúdos na imprensa.

E isso acontece por um simples motivo: ao ficar de olho nas notícias do nicho de atuação de seu cliente, você vai ter noção de quais pautas são interessantes para os veículos jornalísticos.

Dessa forma, você consegue criar um planejamento de releases e de sugestões de pautas que esteja inserido no contexto da imprensa.

Ou seja, é possível escolher as palavras-chave certas, as angulações mais atrativas e, inclusive, aproveitar o Newsjacking para alavancar a visibilidade da marca do cliente e conquistar mais autoridade.

No entanto, para fazer esse monitoramento de notícias de forma efetiva, você tem de lembrar de 3 coisas:

  1. A assessoria de imprensa digital é um nicho multitarefas. Então, você precisa encontrar uma forma de monitorar notícias que também facilite o clipping de seu cliente (para a criação de relatórios), a análise da concorrência e o acompanhamento do nicho de atuação da marca.
  2. É importante filtrar a busca por veículos jornalísticos interessantes para seu cliente.
  3. É interessante que você monitore um escopo de assuntos estratégicos com constância

Além disso, é necessário lembrar que o Google é uma escolha conhecida para monitorar notícias. No entanto, essa ferramenta pode ser limitadora para o trabalho da comunicação digital.

Afinal, não se esqueça que obter insights para press release e para sugestões de pauta é apenas uma das demandas da sua rotina profissional.

Então, é importante pensar em uma alternativa que garanta um olhar macro para o seu trabalho.

Ferramenta de clipping como apoio do disparo press de release

Uma solução para isso é a ferramenta de clipping. O Knewin News permite que você monitore notícias impressas, televisivas, radiofônicas e digitais em questão de segundos.

O  ponto  principal é  que você consegue construir buscas bem segmentadas e filtrar os jornais mais importantes para seu cliente.

O Knewin News é uma escolha completa, pois ele garante o clipping automatizado que você precisa, com o envio diário de relatórios inteligentes e ainda representa liberdade para você monitorar notícias com o objetivo de produzir conteúdos interessantes para o seu cliente e emplacar pautas com mais facilidade.

Para conhecer o Knewin News, é só clicar aqui e solicitar um teste gratuito em nossa plataforma completa para monitoramento de notícias.

3. Escolha veículos jornalísticos estratégicos

Terceira dica para emplacar conteúdos na imprensa com mais facilidade: segmente os veículos jornalísticos para os quais você vai disparar o press release.

Inclusive,  temos um e-book que aborda somente esse assunto. Ou seja, é algo que você precisa prestar atenção.

E isso tem a ver com o fato de termos jornais abrangentes, de alcance regional e nacional, e veículos segmentados (como revistas e portais especializados em um tipo de assunto).

O que queremos dizer é que não adianta você elaborar um press release (ou sugestão de pauta) estratégico e de qualidade para o seu cliente se na hora de disparar você dá um passo em falso.

Esse passo em falso seria disparar para todos os veículos possíveis e inimagináveis. Sim, isso não é estratégico.

Afinal, se o seu cliente está no nicho de tecnologia, de que adianta enviar o conteúdo para um jornal que pauta moda? Você somente vai desperdiçar o seu tempo e o do jornalista que vai receber o press release.

Então, um dos passos para ser um assessor mais estratégico é construir um mailing  segmentado para o seu cliente, que contenha os veículos jornalísticos mais relevantes para o recebimento de sugestões de pauta.

Você vai ver que esse passo, por mais simples que pareça, vai fazer toda a diferença em seus resultados profissionais.

Afinal, você segmenta o alcance da marca. Com isso, aumenta as chances de emplacar um release ou uma sugestão de pauta, já que o veículo jornalístico está alinhado com o nicho de atuação do assessorado.

Para  finalizar  esta dica,  não esqueça de  fazer o download do nosso e-book sobre segmentação de mailing. Ele vai te ajudar a dar passos mais certeiros na assessoria digital.

4. Pense como um jornalista

Quarta dica para emplacar press release e sugestões de pauta com mais facilidade: pense como um jornalista.

Isso quer dizer que você necessita deixar o seu papel de assessor de imprensa (um pouco) de lado. Afinal, não adianta você apenas tentar “vender o peixe de seu cliente”.

Jornalistas precisam de pautas relevantes e que sejam úteis para os leitores (ou espectadores, no caso de telejornais).

Então, antes  de construir  um conteúdo, pare  e pense: isso é relevante jornalisticamente?

Além disso, pensar como um jornalista significa perceber a importância da estrutura do conteúdo.

A estrutura do press release importa – e muito.

Estamos falando isso porque muitos assessores ainda elaboram releases como se estivessem na era da comunicação tradicional. E não pode ser assim.

As redações estão cada vez mais enxutas. Então, facilite a vida do jornalista que vai receber seu conteúdo.

Como fazer isso? Simples:

  1. Lembre  das  regras  básicas de  um texto jornalístico: título, subtítulo, lide, corpo do release, conteúdo multimídia, informações complementares.
  2. Escreva um título atrativo para seu release e que vai chamar a atenção do jornalista. Lembre que ele precisa ser curto e objetivo, sem deixar de transmitir a principal informação do seu conteúdo.
  3. Escreva subtítulos objetivos (não seja prolixo nesta etapa). O subtítulo é o local para informações relevantes que não couberam no título de seu release, mas que são iscas para que o jornalista (ou leitor) continue no seu texto.
  4. Produza um lide para o seu release. Responda às perguntas básicas de qualquer primeiro parágrafo jornalístico (o quê, quem, quando, onde e por quê).
  5. Construa um corpo para o seu release que tenha contexto, fontes, fotos, vídeos e áudios (se possível). Entregue um conteúdo rico e relevante para o jornalista. Isso vai fazer toda a diferença.
  6. Não esqueça das informações complementares. Sobre a empresa, dados para contato, data do evento e links para redes sociais são alguns exemplos.

Com essas dicas, você vai conseguir manter uma comunicação mais harmoniosa com os profissionais de comunicação. E isso vai impactar positivamente nos resultados obtidos para seus clientes de assessoria.

5. Foque em qualidade em vez de quantidade

Última dica do nosso artigo para emplacar press release com mais facilidade: seja um profissional que foca em qualidade em vez de quantidade.

Esse é um ponto que precisa ser lembrado todos os dias.

Afinal, em meio à pressão por resultados (seja do cliente que questiona o valor da assessoria digital ou da meta da agência de comunicação), acabamos caindo na tentação da palavra “quantidade”.

Dessa forma, disparamos releases para muitos jornalistas, elaboramos uma quantidade significativa de conteúdos (o cliente respirou, vira release) e nos gabamos de pautas emplacadas através de disparadores de notícia.

Quantidade infla o ego, a gente sabe disso.

No entanto, agora é o momento de refletir: qual é o resultado que você está gerando ao focar na quantidade?

Pense nisso. Talvez você perceba que quantidade não significa (necessariamente) bons resultados.

Para sermos bons assessores de imprensa e emplacarmos pautas com mais facilidade, temos de focar no aspecto qualitativo.

Será que não é melhor elaborar um release rico de informações e relevante jornalisticamente do que criar um conteúdo só por criar? Reflita sobre isso.

Quando focamos na qualidade, elaboramos conteúdos mais relevantes e que convertem mais facilmente.

Além disso, conseguimos alinhar a estratégia com a ideia de segmentação.

Assim, obtemos um release mais assertivo para o meio digital (ou uma sugestão de pauta mais relevante) .

Então, a partir de agora, antes elaborar releases, pense em 4 questões:

  1. Esse release vai ser relevante para a imprensa?
  2. Qual vai ser o impacto do conteúdo na imagem de meu cliente?
  3. O  conteúdo  vai acrescentar  algo na vida dos leitores?
  4. Qual é a informação que desejo passar?

Essas 4 perguntas vão te ajudar a perceber se esse é um conteúdo que vale a pena ser elaborado e disparado, ou se você está construindo o texto para não ficar sem relacionamento com a imprensa.

Press release precisa de estratégia

Ser um assessor digital significa olhar para os releases de um jeito estratégico, a fim de emplacar conteúdos com mais facilidade, sem comprometer a visibilidade do assessorado e seus resultados profissionais.

No entanto, para que isso seja possível, é importante entender que o cenário da comunicação mudou muito. Hoje, as redações estão cada vez mais enxutas.

E se ficarmos elaborando muitos releases, sem pensar na qualidade e na relevância do conteúdo, nossos resultados vão sofrer um impacto negativo.

Afinal, não esqueça que os jornalistas recebem muitos releases e sugestões de pauta por dia.

E o que não é relevante (ou que não está alinhado com o que o veículo noticioso pauta) é deixado de lado.

Então, se você deseja ampliar a visibilidade de seu cliente na imprensa, lembre-se das nossas dicas:

  1. Vá além do formato tradicional.  Construa  um conteúdo rico de informações e com pluralidade de formatos de mídia (texto, vídeo, áudio, imagem).
  2. Use o monitoramento de notícias a seu favor. Isso vai te dar insights para elaborar conteúdos relevantes, que impulsionem a visibilidade de seu cliente na imprensa.
  3. Tenha um mailing segmentado. Disparar releases para os veículos certos faz a diferença na hora de emplacar o conteúdo.
  4. Pense como um jornalista.  Facilite  a vida dos  profissionais de comunicação e entregue um conteúdo com estrutura, fontes, lide e informações relevantes.
  5. Seja  qualitativo.  Menos  é mais.  Produza releases  realmente relevantes em vez de construir muitos conteúdos sem relevância jornalística.

Por fim, nossas 5 dicas são um pontapé inicial para você mudar a sua rotina na assessoria digital, a fim de construir press release e sugestões de pauta muito mais eficazes.

E, agora, é com você! Coloque nossas dicas em prática e impulsione a visibilidade de seu cliente na imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *