Clipping de qualidade: como fazer?

A execução de um clipping de qualidade é algo que faz toda a diferença nos resultados de comunicação.

Afinal, a partir do monitoramento de notícias, você consegue analisar menções sobre a marca assessorada e proteger a reputação da empresa.

No entanto, o que muitos profissionais esquecem é que o clipping não pode ser feito de qualquer jeito, às pressas e sem planejamento.

Para que você tenha um clipping de qualidade para seu cliente, é essencial planejar, entender os objetivos do monitoramento e contar com as ferramentas certas.

Dessa forma, você evita retrabalho, furos, estresse e clientes insatisfeitos.

Então, quer saber como fazer um clipping de qualidade assertivo para seu cliente? A gente vai te ensinar!

6 passos para construir um clipping de qualidade

Antes de qualquer coisa, entenda que monitoramento de notícias vai muito além da detecção dos releases que emplacaram na imprensa e que mencionam seu cliente.

Hoje, essa estratégia fornece informações valiosas para empresas tomarem decisões mais precisas e para profissionais de comunicação construírem ações mais alinhadas com o nicho da marca assessorada.

No entanto, isso exige olhar estratégico para a construção de um clipping de qualidade. E é nesse ponto que vamos te ajudar a partir de agora!

  • Passo 1 – escolha a ferramenta certa para monitorar notícias

Se você quiser construir um clipping de qualidade para seus clientes de comunicação, analise a forma como você monitora notícias.

Esse detalhe pode ser decisivo na hora de encontrar conteúdos que mencionam o cliente e de gerenciar uma crise de imagem, por exemplo.

Então, pense: como você monitora notícias?

Existem profissionais que fazem clipping de forma manual (com a ajuda do Google e com o envio de PDF por parte dos jornalistas).

Existem comunicadores que contratam clipadoras (serviço de clipping).

E há os profissionais que contam com a ajuda de ferramentas de monitoramento.

Dessas três alternativas, duas são válidas para um clipping de qualidade: a ferramenta de monitoramento e a clipadora.

  • Ferramenta de clipping

A ferramenta para monitoramento é a alternativa certa para profissionais que desejam agilizar o clipping, sem perder autonomia e liberdade na rotina profissional.

Plataformas como o Knewin News permitem que você construa buscas noticiosas precisas para seus clientes, sem limites de palavras-chave.

Além disso, você consegue filtrar as notícias e monitorar conteúdos em diversos idiomas e em variados formatos.

Quer monitorar Tv? É possível.

Quer clipar notícia impressa? Também é possível.

Quer analisar matérias de rádio? Sim, você consegue.

Quer monitorar notícias digitais? Claro que você pode.

No Knewin News, você consegue monitorar todos os formatos noticiosos interessantes para o seu cliente em um único local. Ou seja: sem perda de tempo, sem furos e sem retrabalho.

Outra informação interessante: o Knewin News entrega relatórios analíticos sobre a sua busca noticiosa. E tudo de forma automatizada, com o objetivo de facilitar a sua rotina.

Se você acha que o Knewin News é a escolha certa para a sua rotina, solicite um teste gratuito em nossa plataforma. É só clicar aqui.

  • Clipadora

As clipadoras, como o Knewin Monitoring, são a alternativa mais alinhada com empresas de grande porte, por exemplo.

Essas empresas precisam de um monitoramento de notícias personalizado e analítico, porém sem o trabalho que a construção de clipping exige.

O serviço de clipping surge justamente para facilitar a construção de relatórios de monitoramento de notícias.

Os colaboradores das clipadoras trabalham focados no monitoramento de conteúdos noticiosos, a fim de identificar o que é interessante para os clientes.

Com isso, analisam diversos tipos de mídia e de forma analítica. Ou seja, é um monitoramento alinhado com a obtenção de dados valiosos para as empresas.

Se você acha que a clipadora é a escolha certa para a sua rotina profissional, é só clicar aqui para conhecer o Knewin Monitoring.

  • Passo 2 – defina os objetivos do monitoramento

Segunda etapa para conquistar um clipping de qualidade: defina objetivos para o monitoramento de notícias.

A definição de objetivos é uma etapa básica de qualquer estratégia de comunicação. Sem isso, não há como saber para onde ir ou o que monitorar.

Um clipping sem objetivos representa:

  • A construção de buscas noticiosas imprecisas para o seu cliente.
  • A presença de falhas e furos nas ações de comunicação.
  • A elaboração de relatórios de clipping sem resultados assertivos.

E isso tudo ocorre porque você não sabia o que monitorar na hora de clipar notícias.

Então, antes de colocar a mão na massa, reflita sobre o que é importante no monitoramento de notícias de seu cliente.

Aliás, você pode conversar com o assessorado e entender o que ele gostaria de monitorar. Isso também pode te ajudar.

Bem, para definir os objetivos do monitoramento, você pode dividir o assunto em categorias: menções sobre o cliente, notícias que falam sobre a concorrência e análise de mercado, por exemplo.

Com essa categorização, fica mais fácil saber o que procurar. Afinal, não esqueça que vivemos a era da abundância da informação.

Então, saber o que você quer analisar facilita o processo da construção de um clipping de qualidade.

  • Passo 3 – escolha as palavras-chave certas

O terceiro passo da construção de um clipping de notícias efetivo tem a ver com a escolha das palavras-chave.

Às vezes a gente esquece, mas os termos que escolhemos para monitorar afetam os resultados que obtemos.

Em outras palavras, é possível obter um clipping mais ou menos abrangente, dependendo das palavras que escolhemos na construção da busca noticiosa.

Então, se você não dava a devida importância às palavras-chave para clipping de notícias, é hora de mudar esse cenário.

Aliás, a gente tem um template que pode te ajudar nesse processo, sabia? É só clicar aqui para fazer o download.

  • Como escolher palavras-chave para clipping

Bem, para escolher as palavras-chave certas para o clipping de seu cliente, analise os objetivos do monitoramento e as categorias que você criou para essa estratégia.

Com isso, mapeie todos os termos relevantes para a construção de um clipping de qualidade:

  1. Termos e variáveis que estejam relacionados ao serviço de seu cliente (nome do produto, nome do cliente, formas como a marca é mencionada pelo público, entre outros).
  2. Termos e demais variáveis que representam as principais empresas concorrentes.
  3. Palavras relacionadas ao nicho de atuação da marca de seu cliente.
  4. Termos que estejam alinhados com crises de imagem enfrentadas por seu cliente (escândalos políticos, por exemplo, geralmente são representados na imprensa por um termo-chave).

Esse mapeamento de palavras-chave vai te ajudar a construir buscas ricas para seu cliente.

E não esqueça que isso pode ser inserido na ferramenta de clipping Knewin News ou pode ser solicitado para a equipe da clipadora Knewin Monitoring, por exemplo.

  • Passo 4 – Tenha periodicidade no monitoramento

Quarta etapa para construir um clipping de qualidade alinhado às exigências do meio digital: periodicidade.

Periodicidade é essencial para um bom monitoramento de notícias. Afinal, essa é uma forma cuidadosa de cuidar da imagem e da reputação de seu cliente.

Sem constância no clipping, fica complicado identificar matérias que mencionam o seu cliente de forma negativa, por exemplo. E isso representa um risco desnecessário à reputação da marca.

Então, crie um cronograma para fazer o clipping de seu cliente.

Pode ser diário ou semanal, por exemplo. Tudo depende dos objetivos do assessorado e da sua rotina profissional.

Mas vamos deixar uma dica aqui neste tópico: lembra da ferramenta de clipping Knewin News? Bem, ela automatiza o monitoramento de notícias e envia relatórios diários sobre as buscas construídas dentro da plataforma.

Ou seja, a ferramenta te auxilia nessa questão da periodicidade, já que permite que você se mantenha atento e atualizado sobre os conteúdos mais recentes que mencionam o seu cliente, a concorrência e o nicho de mercado.

E isso evita que você seja pego de surpresa por uma notícia negativa sobre o assessorado.

Em outras palavras, você tem tempo para construir ações de contingência ou criar notas de esclarecimento efetivas sobre a informação negativa que saiu na imprensa.

  • Passo 5 – analise as notícias de forma qualitativa

Mais um passo para a construção de um clipping de qualidade: análise das notícias monitoradas para seu cliente.

E aqui vale um lembrete: vá além da centimetragem.

Afinal, a gente sabe que quando se fala em análise de notícias, muitos profissionais focam em centimetragem.

E não é para menos: essa métrica acompanha a assessoria de imprensa desde a época da comunicação tradicional.

No entanto, hoje é possível fazer uma análise muito mais rica e que realmente mostre o impacto do trabalho da comunicação externa.

Uma forma de entender o impacto das notícias, por exemplo, é fazer análise de sentimento.

A análise de sentimento, que é tema de um dos nossos e-books, permite que você construa um termômetro sobre a imagem da marca na imprensa.

E isso te ajuda a mostrar o real valor do trabalho de comunicação.

Afinal, de que adianta você ter uma centimetragem boa e 50 matérias emplacadas se mais da metade é conteúdo negativo?

Em outras palavras, queremos te mostrar que é possível, sim, analisar o clipping de notícias a partir de um olhar qualitativo.

Aliás, existem outras métricas que podem te auxiliar nesse processo, como alcance, impacto, tipo de veículo, entre outros.

Se você quiser se aprofundar nesse assunto, é só baixar o nosso e-book com 5 métricas que você deveria prestar atenção e que vão além da centimetragem.

  • Passo 6 – construa relatórios de clipping

Sexto e último passo para construir um clipping de qualidade: não esqueça dos relatórios de monitoramento de notícias.

Os relatórios são documentos que nos ajudam a comprovar por A + B que o trabalho de comunicação impactou a reputação da marca de forma positiva.

O problema é que muitos profissionais deixam esta etapa de lado por 3 simples motivos:

  1. Consideram o processo complexo e estressante.
  2. Não sabem como elaborar um relatório de clipping.
  3. Dão prioridade para outras atividades.

Se você se identificou com esses 3 motivos para não elaborar relatórios, temos um alerta para você: talvez você esteja executando o processo do jeito errado.

A elaboração de relatórios tem o intuito de facilitar a comunicação com o cliente, e não complicar. Então, vamos te ajudar com isso.

  • Como elaborar relatórios de clipping

Para elaborar um relatório de clipping de qualidade, saiba que você pode contar com a ajuda do nosso e-book completo sobre esse assunto. É só clicar aqui para fazer o download.

Mas a gente vai resumir o assunto para você em 4 passos simples:

  1. Compile todas as informações sobre o clipping de notícias de seu cliente.
  2. Selecione as análises que você fez sobre essas notícias.
  3. Alinhe o contexto das análises aos objetivos de seu cliente ao investir em comunicação.
  4. Crie um documento visual para facilitar a comunicação com seu cliente.

Viu como relatório de clipping não precisa ser complicado?

Por fim, já que estamos falando sobre clipping de qualidade, queremos te fazer um convite. Solicite um teste GRATUITO no Knewin News, a nossa ferramenta completa para monitoramento de notícias. Nossa equipe está aguardando o seu contato. É só clicar no banner aqui embaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *