7 formas de potencializar seu trabalho na área da comunicação externa

O trabalho da assessoria de imprensa, que está inserido na área da comunicação externa, sofreu diversas transformações com o meio digital.

Abordamos com frequência esse assunto aqui no blog.

No entanto, esse cenário ainda é novo para muitos profissionais que vieram da comunicação tradicional.

O grande problema disso é que os resultados para os clientes acabam ficando limitados. Afinal, estratégias tradicionais da assessoria não se encaixam mais na realidade em que vivemos.

Para evitar que isso aconteça com você, sempre elaboramos posts que desvendam alguns aspectos da área da comunicação externa na era digital.

E, neste post, vamos abordar 7 formas de potencializar sua rotina área da comunicação digital.

Nossas dicas vão te ajudar a compreender que é preciso estar alinhado com as exigências da assessoria digital para executar estratégias eficazes e efetivas para seu cliente.

7 passos que vão te ajudar a entender a área da comunicação externa digital

Atuar na área da comunicação externa significa ter de lidar com estratégias que têm a ver com a criação de relacionamento com os públicos de interesse.

Além disso, significa ter de se preocupar com gestão de imagem e de reputação de marcas.

Isso sem falar nos aspectos do próprio profissional de assessoria. Quem atua nessa área sabe que é preciso estar em constante aprimoramento de conhecimento. Isso para que consigamos entregar resultados mais satisfatórios para os clientes.

E, para te ajudar a entregar um serviço mais completo, selecionamos 7 passos para te ajudar a entender o que faz a diferença na área da comunicação externa na realidade digital.

1. Conheça ferramentas e estratégias digitais

O primeiro passo para atuar na área da comunicação externa e obter bons resultados é lembrar de ferramentas e estratégias digitais.

Estamos vivendo a era da informação digital e instantânea. Isso, por um lado, é muito bom, pois abre novas possibilidades para cuidarmos da imagem de nossos clientes.

No entanto, a abundância de informações faz com que surjam diversos gargalos em nossa rotina.

Clipping. Gestão e monitoramento de redes sociais. Cartela de múltiplos clientes. Gestão de crises. Essas são demandas que podem ter o resultado comprometido se apenas contarmos com nossas habilidades manuais.

Por isso, devemos compreender a importância das ferramentas digitais para a área da comunicação externa.

Plataformas como o Knewin Notícias, que automatiza o clipping, Knewin Social, que automatiza o monitoramento de redes sociais, Trello, que facilita a gestão de tarefas, e Canva, que ajuda na criação de conteúdo para canais sociais, são muito bem-vindas na rotina da assessoria digital.

É importante compreender que, no meio digital, temos à nossa disposição plataformas gratuitas e pagas. A escolha da melhor ferramenta depende do contexto vivido por você.

No entanto, nos casos de clipping e de monitoramento de redes sociais, que são estratégias que nos ajudam a tomar decisões mais precisas em empresas, as plataformas pagas podem ser uma alternativa mais válida.

Afinal, clipping e monitoramento de redes sociais são estratégias imprescindíveis para comprovarmos o valor da área da comunicação externa. E o investimento em uma plataforma paga pode fazer toda a diferença nos resultados que obtemos para nossos clientes.

2. Aprimore suas habilidades profissionais

O segundo ponto que qualquer profissional da área da comunicação externa deve lembrar é: aprimore suas habilidades profissionais.

A comunicação digital está em constante mudança. Com frequência, os algoritmos das redes sociais mudam. As técnicas de SEO sofrem alterações. A forma como o jornalismo lida com os leitores muda. E a maneira como temos de gerenciar marcas também muda.

Então, ficar parado não é uma boa solução. Buscar conhecimento é a melhor forma de garantir uma boa atuação na assessoria digital.

Cursos de assessoria ou de comunicação digital, pós-graduações, palestras e eventos na área, leituras complementares, podcasts, webinars, e-books, blogs…

Tudo isso vai te ajudar a manter o olhar atualizado sobre as mudanças que ocorrem na área da assessoria de imprensa digital.

Não esqueça que a melhor forma de entregar bons resultados para nossos clientes é nos mantermos alinhados com a exigência do mercado de trabalho.

E, para isso, precisamos compreender em que terreno estamos pisando.

Consumir conhecimento (e compartilhar o que sabemos) é a melhor forma de trilharmos um caminho harmônico e de sucesso na área da comunicação externa digital.

3. Valorize o monitoramento de mídias

A valorização do monitoramento de mídias é outro ponto que você deve lembrar se atua na área da comunicação externa.

Essa estratégia, hoje, não é mais apenas uma forma de monitorarmos inserções na imprensa. Aliás, essa é uma visão bem limitadora da assessoria de imprensa.

O monitoramento de mídias tem sido utilizado pelas empresas para ajudar, até mesmo, na tomada de decisões mais precisas.

Afinal, monitorar notícias sobre o nicho de mercado e sobre a concorrência dá, aos gestores de empresas, uma base bem sólida para tomar decisões que ajudam a garantir um melhor posicionamento em uma era de competitividade acirrada.

Monitoramento de mídias não serve apenas para calcular valoração e centimetragem. Entenda isso.

Podemos ficar de olho em diversas fontes noticiosas, com a ajuda de um software profissional como o Knewin Notícias, e antecipar tendências, gerenciar crises e detectar fake news.

Monitoramento de mídias, se feito com um olhar analítico, consegue proporcionar informações valiosas para a visibilidade das marcas no meio digital. Lembre-se disso da próxima vez em que for estruturar o planejamento de comunicação de seus clientes.

4. Compreenda a importância da produção de conteúdo

A produção de conteúdo, para releases, influencers e redes sociais, é uma ótima estratégia para criar engajamento e conquistar consumidores.

O meio digital trouxe esta possibilidade para as marcas. Com conteúdo de qualidade para redes sociais, por exemplo, conseguimos atrair a atenção do público de interesse, sem necessariamente vender o nosso peixe.

Infográficos, posts para blogs, vídeos, quizzes, enquetes, Stories, podcasts, storytelling e muito mais.

O conteúdo é uma ótima maneira de compartilhar informação, humanizar marcas e conquistar laços de relacionamento duradouros com os consumidores.

Foque no termo “laços de relacionamento”. Redes sociais são, em sua essência, relacionamento. E para a marca sobreviver à era digital, temos de lembrar disso.

Não adianta mantermos uma comunicação distante e fria com os públicos de interesse. A dinâmica das redes sociais é outra.

E quem quer ter sucesso na área da comunicação externa, tem de lembrar disso.

5. Valorize parcerias profissionais

Algo que vemos na área da comunicação como um todo é a competitividade entre os profissionais desse nicho abrangente de atuação. E não precisa, nem deve, ser assim.

Muitos profissionais que trabalham com assessoria digital, com marketing digital, com produção de conteúdo e com design precisam compreender que não sabemos de tudo.

Por mais experientes e capacitados que sejamos, não temos como abraçar o mundo com nossas mãos. E não podemos enxergar os outros comunicadores como concorrência.

Deveríamos enxergar os outros profissionais da área da comunicação como parceiros.

Parceiros se ajudam e compartilham conhecimento.

O resultado disso é um serviço de comunicação muito mais completo e efetivo na era digitial.

As parcerias nos serviços de comunicação geram networking, geram melhora na carteira de clientes e ajudam na criação de um portfólio mais abrangente (e de qualidade).

Quem quer sobreviver na área da comunicação digital tem de mudar o pensamento em relação a pedir ajuda a um designer, a um jornalista e a um produtor de conteúdo.

Parcerias são ótimas. E elas nos ajudam a posicionar nossos clientes com mais completude no meio digital.

6. Entenda a importância dos influenciadores digitais

Aqui no blog, a gente já falou algumas vezes sobre a parceria com os influenciadores digitais. Inclusive, temos até um Whitepaper sobre Marketing de influência.

O ponto principal é que, na área da comunicação externa digital, temos de entender a importância dos influenciadores para a visibilidade das marcas.

Segundo um estudo do Instituto Qualibest, os influencers só perdem para amigos e parentes na hora da tomada de decisão por algum serviço ou produto.

Ou seja, não podemos fechar os olhos para essa realidade, não é mesmo?

A estruturação de parcerias com influenciadores, a partir da produção de conteúdo de qualidade, faz toda a diferença para a saúde das marcas no meio digital.

Claro que essa estratégia precisa ser executada com cuidado e segmentação.

Não adianta escolher um mega influenciador para nosso cliente se o público de interesse não vai ser atingido com eficiência.

Às vezes, vale mais a pena investir em um microinfluenciador, que tenha menos seguidores. Afinal, é possível atingir o público certo, com uma taxa de engajamento bem maior e bem mais sólida.

7. Não deixe a mensuração de resultados de lado

Por fim, não deixe a mensuração de resultados de lado. Essa etapa é imprescindível para o sucesso na área da comunicação externa

Mensurar resultados significa olhar para as estratégias de assessoria com uma visão mais analítica, observando se o planejamento de comunicação conseguiu atingir os objetivos estipulados pela marca.

A mensuração de resultados é um passo que, em alguns casos, é deixado de lado. E isso é prejudicial para o trabalho da assessoria de imprensa.

Você sabe que ainda existem clientes que não conseguem enxergar valor na assessoria de imprensa. Afinal, nosso trabalho nem sempre tem a ver com geração de leads ou conversão em vendas.

Nosso trabalho está muito mais alinhado com a construção de uma reputação sólida e de um relacionamento duradouro com consumidores e com possíveis consumidores.

Então, é um trabalho, muitas vezes, difícil de ser mensurado.

No entanto, podemos usar o clipping para analisar as inserções na imprensa. E também podemos usar o monitoramento de redes sociais para avaliar a atuação da marca nos canais sociais.

Claro que devemos ficar longe das métricas de vaidade, que só inflam o ego do nosso cliente (e de nosso trabalho também).

Foque em métricas qualitativas. Crie relatóriosUtilize a mensuração de resultados para traçar um comparativo do seu trabalho. Analise o seu desempenho como assessor de imprensa digital.

Por fim, para entregar um serviço de comunicação mais completo e mais alinhado com as exigências do meio digital, não deixe de fazer o download do nosso e-book 10 dicas para uma assessoria de imprensa de resultados. O material é gratuito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *