Você sabe o que significa assessoria de imprensa do terceiro setor?

Quem trabalha com comunicação (independente da área), já deve ter ouvido a expressão assessoria de imprensa do terceiro setor. No entanto, muitos desconhecem qual a função (e a grande importância) dessa atividade. Se esse é o seu caso, saiba que vamos te ajudar a compreender melhor esse conceito.

Entenda a importância da assessoria de imprensa do terceiro setor

Caso você não saiba do que estamos falando, saiba que assessoria de imprensa do terceiro setor envolve a área de comunicação de ONGs. E sim, a forma de atuação do profissional precisa ser diferente da assessoria de empresas privadas ou públicas.

Afinal, uma organização não governamental depende do crescimento da economia, para que as empresas privadas possam investir em ações que beneficiam de alguma forma a população.

Além disso, você precisa entender que, em organizações sem fins lucrativos, por mais que a instituição tenha projetos incríveis, o reconhecimento é difícil de alcançar, prejudicando a conquista de recursos.

E é aqui que entra a importância do trabalho do assessor de imprensa. É ele que vai servir como mediador entre a ONG e a imprensa, atuando como complemento para que recursos financeiros apareçam com o tempo.

Além de manter um canal de comunicação entre ONG e imprensa, o assessor do terceiro setor também lida com sindicatos, associações, cooperativas e outras instituições que tenham lugar de voz em processos de votação de projetos que tragam algo benéfico à população.

É um trabalho árduo e cheio de desafios. No entanto, é algo recompensador quando você percebe que seu trabalho como assessor de imprensa está trazendo recursos financeiros e novos parceiros (incluímos aqui voluntários também) para a instituição sem fins lucrativos.

E como sabemos que a atuação de um assessor de imprensa em uma ONG difere em alguns aspectos peculiares de uma assessoria de empresa privada, resolvemos te mostrar algumas formas de chamar a atenção da imprensa e de novos parceiros.

Conheça 3 formas de conquistar a imprensa com o terceiro setor

Temos noção de que um dos desafios dentro do mercado da assessoria de imprensa do terceiro setor é conquistar a atenção dos jornalistas e emplacar pautas que envolvem trabalho voluntário, campanhas ou ações realizadas pela ONG.

Por isso, separamos 3 dicas fundamentais que podem ajudar o cenário da comunicação nas ONGs. Elas são capazes de ser úteis se você trabalha com terceiro setor ou tem interesse pela área.

1. Enquadre a notícia

Deixamos claro que sabemos que conseguir divulgação na imprensa para ONGs  nem sempre é uma tarefa fácil – mas não é impossível. O primeiro passo é investir em pautas que chamem a atenção para o que organização produz.

O assessor precisa ter um olhar aguçado para encontrar, em meio a diversos projetos sociais da ONG, aquele dado incrível que mostre o real valor do trabalho realizado no local.

Uma forma de fazer isso é pensar “o que só essa ONG proporciona para a sociedade?”. Aí você poderá conseguir um bom insight para sugerir pautas para jornalistas – e, por consequência, atrair o olhar das pessoas para o seu trabalho.

2. Compartilhe ações e ideias

Você sabe o que significa timing? Se não sabe, tenha noção de que essa é uma palavra-chave em qualquer nicho da assessoria atual (que envolve o meio online).

Se o tempo passa em um piscar de olhos na vida offline, no meio digital é mais rápido ainda. E o assessor de imprensa precisa ser perspicaz para sentir os momentos vividos pela sociedade.

Vamos te explicar com mais calma: sabe aquela ideia praticada pela ONG e que tem relação com o momento vivido em sociedade? O compartilhamento dessa visão é uma forma de conquistar a atenção da imprensa.

Sim. Seja colocando em prática ou apenas apoiando através da presença nas redes sociais, o assessor de imprensa do terceiro setor tem, em suas mãos, a chance de colocar a ONG sob os holofotes dos jornalistas e do público externo.

Além disso, ações de compartilhamento de ideias (que trabalham com sensibilização) são ótimas para engajar o público. A sensação de pertencimento é algo que atrai as pessoas – todos querem fazer parte de um grupo. Isso é capaz de trazer recursos financeiros de forma espontânea para a ONG que você atua.

3. Planeje e divulgue eventos

O planejamento e divulgação de eventos é algo que um assessor de imprensa de uma organização não governamental pode investir. Parece algo sem tanta importância, mas não é.

Eventos beneficentes (e que tenham relação com a atividade da ONG ou com alguma data em especial) são capazes de conquistar o olhar dos jornalistas e da população em geral.

A divulgação desses eventos podem ser feitas por redes sociais. Utilize os canais de comunicação digitais a favor da ONG. Eles são ferramentas poderosas para ajudar instituições sem fins lucrativos.

O trabalho da assessoria de imprensa em ONGs também sofreu mudanças com o crescimento do meio digital. Por isso, é importante conhecer os novos papéis desempenhados por essa profissional. Assim, faça o download do nosso e-book Muito além do release: desafios do assessor de imprensa digital para se aprofundar no assunto.

BANNER_comkt-CI-muito-mais-que-release

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *