Descubra 4 dicas incríveis para todo assessor escrever texto de qualidade

Descubra 4 dicas incríveis para todo assessor escrever texto de qualidade

Sabemos que escrever texto na área da comunicação é um arte recheada de estratégias. Na assessoria de imprensa não é diferente. Você provavelmente coloca isso em prática quando precisa escrever um release sobre algo relacionado ao cliente ou a um evento específico, não é mesmo?

No entanto, pense na seguinte questão: você sabe como escrever texto (release) de qualidade para a era digital? Se você acha que é o mesmo que elaborar conteúdo para veículos tradicionais, é hora de reorganizar suas ideias.

Conheça 4 atitudes indispensáveis para o assessor escrever texto de qualidade

A tarefa de um assessor de imprensa de escrever texto para o meio digital pode confundir muitas pessoas que estavam acostumadas a escrever releases para jornais impressos, por exemplo.

Se esse é o seu caso, fique calmo. Vamos te mostrar que o release para meio digital não é um bicho de sete cabeças (mas também não é o mesmo que para jornal impresso).

Existem técnicas que você deve valorizar para que seu release se destaque aos olhos do jornalista que receber o conteúdo, permitindo que a empresa de seu cliente possa ser conhecida por mais pessoas.

Por isso, selecionamos 4 estratégias incríveis e essenciais para você escrever texto de qualidade no meio digital, conseguindo, dessa forma, competir na imensidão de conteúdo que temos à disposição na internet.

1. Valorize o planejamento

Imagine a seguinte situação: você é um jornalista e recebe diversos releases de diferentes assessores por dia. No entanto, todo dia você recebe um texto de determinado profissional – que na maioria das vezes são coisas cotidianas sobre a empresa assessorada. Você daria atenção para o conteúdo sem relevância jornalística?

A sua resposta provavelmente foi não. E você ainda deve ter pensado: que assessor inconveniente. Sim. Por isso, você deve pensar mil vezes antes de enviar aquele release que você sabe que não é relevante para o jornalista.

Isso se chama planejamento. Antes de sentar e produzir um release, pense se ele é relevante para o jornal destinado, se vai fazer diferença na vida do público, se vai ser positivo para a empresa do cliente etc.

Aquela velha frase “menos é mais” vale muito nessa situação. A atitude de selecionar ações relevantes da empresa para a criação e disparo de releases só vai impactar positivamente em sua rotina, além de não abalar sua imagem como assessor com os jornalistas – lembre que relacionamento é tudo na comunicação.

2. Seja objetivo

Se você participa dos sites de redes sociais, provavelmente conhece o termo textão, não é? Saiba que release não é lugar para escrever texto longo. O motivo é bem simples: o jornalista não vai ter vontade de ler um conteúdo enorme – e a chance de seu release se perder no meio de tantos outros é imensa.

Além disso, textos muito grandes tendem a ficar confusos, repletos de informações desnecessárias e que podem afetar a qualidade de seu trabalho. Concisão e objetividade falam muito alto na produção de releases – principalmente no meio digital.

Por mais que você queira divulgar o trabalho de seu cliente, é preciso seguir padrões jornalísticos na hora de produzir um release: objetividade, clareza, concisão e conteúdo que chame a atenção. Afinal, é o jornalista que vai decidir se vale a pena investir no texto.

Além disso, não esqueça de manter a simplicidade na escrita. Falamos isso porque sabemos que algumas áreas do mercado têm linguagem técnicas, com termos específicos. Lembre que nem o jornalista nem o leitor têm obrigação de saber o que determinado termo significa.

Por fim, saiba que conteúdos enxutos, que não estão repletos de informações desnecessárias, podem despertar a curiosidade do jornalista – e do leitor caso o release seja publicado. Isso aumenta as chances de obter bons resultados para seu cliente.

3. Dê a devida importância ao título

O título é a primeira coisa que o jornalista (e o leitor por consequência) vai ler, então valorize essa característica do release. Afinal, não adianta seu texto ser bom se não chamar a atenção de imediato.

Invista em objetividade e concisão nos títulos de seus releases. Informe o leitor. Não esqueça que sua maior meta, neste momento, é fazer com que seu cliente fique conhecido pelas pessoas.

No entanto, não esqueça que o tom do texto deve ser jornalístico, e não com o intuito de vender um produto ou uma ação, por exemplo.

4. Invista em técnicas de SEO

Nós já falamos sobre SEO aqui no blog. E esse é um termo muito recorrente na área digital, mas que na assessoria de imprensa ainda não tem o seu devido valor. Muitos profissionais ainda acreditam que essas três letras, que representam o termo Search Engine Optimization (conhecido como otimização de sites, em português), não fazem diferença no dia a dia.

No entanto, fazem muita diferença na hora de escrever texto. Isso porque o release, quando é publicado pelos portais, precisa ser encontrado pelo usuário de alguma forma.

O leitor vai pesquisar, na maior parte das vezes, no Google. Imagine quantos textos relacionados ao mesmo tema existem no mundo digital. Muitos, não é? Então assessores de imprensa precisam, sim, se preocupar com otimização de textos.

As técnicas de SEO devem ser implementadas na elaboração do release, possibilitando que seu texto consiga ser bem ranqueado no Google – o que permite maior divulgação da imagem de seu cliente.

Não esqueça que depois de escrever um release, dispará-lo e ele ser publicado, você precisa fazer o clipping do conteúdo. Por isso, para se aprofundar nesse tema, faça o download do nosso ebook 7 formas de monitorar veículos de comunicação.

monitorar-veiculos-comunicacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *