como fazer clipping digital

Como fazer clipping digital com qualidade com nossos 5 segredos

Como fazer clipping digital com qualidade é uma pergunta que muitos assessores de imprensa fazem. Afinal, como executar essa estratégia sem que outras demandas do dia a dia sejam comprometidas?

O clipping de notícias é uma ferramenta-chave para a gestão da imagem do cliente. No entanto, com alguns segredos, é possível potencializar a estratégia, entregar bons resultados e otimizar a rotina profissional.

Por que o clipping é considerado um gargalo em agências?

O clipping, ou monitoramento de notícias, nada mais é do que um recorte das menções feitas ao cliente assessorado nas matérias jornalísticas, ou de termos estratégicos para a marca (como as ações da concorrência).

A questão é que, hoje, por causa da abundância de conteúdos que temos para monitorar no meio digital, o clipping é considerado um gargalo na rotina da assessoria de imprensa.

Ele é um gargalo porque demanda muito tempo, exige olhar estratégico e acaba comprometendo o rendimento no dia a dia.

Às vezes, as agências precisam ter um profissional que apenas faça clipping, pois monitorar conteúdos em tempo real é muito complicado.

E se você não tiver um olhar estratégico, podem acontecer furos, o clipping pode não alcançar os objetivos desejados pelo cliente e oportunidades para a marca podem passar despercebidas.

Portanto, para evitar que isso aconteça em sua rotina, resolvemos pensar em dicas que vão te ajudar na pergunta: “como fazer clipping digital sem que os resultados do meu cliente diminuam?”.

Como fazer clipping digital com qualidade com nossos 5 segredos

Selecionamos 5 dicas que vão potencializar a execução do clipping digital em seu dia a dia. Utilize-as de forma estratégica e combine-as com a elaboração de um bom planejamento de assessoria de imprensa.

1. Defina objetivos

O primeiro passo para entender como fazer clipping digital de forma estratégica é definir objetivos. Que tipo de conteúdos você deseja monitorar?

Entenda que esses objetivos precisam estar de acordo com o que foi pensado para o planejamento de comunicação.

Ações executadas para o cliente, monitoramento da marca, monitoramento da concorrência e do nicho de atuação são opções que podem fazer parte da rotina do clipping de notícias.

Traçar objetivos é importante para evitar que você fique perdido na hora de escolher termos que precisam ser escolhidos para monitorar conteúdos no meio digital.

Afinal, não esqueça que existem muitos conteúdos disponíveis no meio digital. Sites, portais de notícia, blogs e mídias sociais são alguns exemplos.

2. Escolha uma boa ferramenta para te ajudar

O segundo ponto deste post tem a ver com a seguinte questão: como fazer clipping digital e tradicional em uma rotina corrida, em que é preciso escrever release, fazer gestão de mídias sociais, pensar em Atendimento ao Cliente, entre tantas outras coisas?

A resposta para essa pergunta é um dos segredos para otimizar sua rotina como assessor de imprensa: escolha uma boa ferramenta para te ajudar nessa missão.

Se até este momento você não sabia, existem softwares profissionais voltados para o clipping de notícias. O NewsStream, da Knewin, é uma ferramenta desse tipo, que automatiza o monitoramento de conteúdos e beneficia sua rotina de diversas outras formas.

O NewsStream é uma ferramenta desenvolvida com um sistema de inteligência artificial que permite a automatização do clipping de notícias. Basta apenas você escolher palavras-chave estratégicas e filtros de conteúdo que a plataforma te entrega os resultados mais precisos.

Além dos conteúdos digitais (sites, portais de notícias e blogs), a plataforma entrega vídeos, materiais impressos e radiofônicos. Ou seja, clipping tradicional e digital juntos em um só lugar, sem interferência de estratégias de SEO.

Além disso, a ferramenta conta com outro benefício para sua rotina: equipe de suporte capaz de te auxiliar na criação de um clipping mais estratégico para

3. Elabore relatórios

O terceiro passo para ser estratégico e saber como fazer clipping digital como um mestre é não esquecer da elaboração de relatórios periódicos.

Os relatórios funcionam como um documento para o trabalho da assessoria de imprensa, pois permitem que o cliente consiga enxergar o que está sendo executado para a marca.

Além disso, esse documento funciona como um panorama da imagem do cliente que está sendo divulgada na imprensa. Isso ajuda a evitar e gerenciar crises de imagem.

A elaboração dos relatórios ainda é uma maneira de manter sua rotina organizada e de evitar furos no clipping de notícias do cliente, ou da repetição de conteúdos.

Você pode escolher a periodicidade de acordo com o que for melhor para a sua rotina ou para os objetivos de seu cliente, por exemplo. No entanto, não deixe de estruturar esses documentos.

Se você acha complicado parar a rotina para elaborar um relatório, saiba que a plataforma NewsStream, que falamos no tópico anterior, também automatiza esse processo. Você apenas precisa selecionar os conteúdos e decidir para qual e-mail o material vai ser disparado. Otimização na medida certa.

4. Compartilhe o relatório do clipping

Entenda que não adianta você elaborar um bom relatório de clipping se o documento não for compartilhado com quem interessa: seu cliente e o público de interesse.

Um dos passos de um guia sobre como fazer clipping digital é entender a importância de compartilhar as menções à marca com seu cliente, sejam elas positivas ou negativas.

Isso é essencial para que, juntos, vocês consigam analisar se é necessário mudar as estratégias do planejamento de comunicação, por exemplo.

Além disso, não esqueça de compartilhar com os clientes e com o público de interesse as menções positivas à marca. Utilize as matérias como uma vitrine para o negócio de seu cliente através de um blog vinculado ao site da marca, ou até mesmo com o disparo de Newsletters periódicas.

4. Extraia insights com o clipping

Por fim, o último ponto do nosso post tem a ver com o uso das informações obtidas ao executar o clipping digital de notícias. Se você apenas monitora, cria relatórios e ponto final, saiba que está perdendo um potencial enorme em sua rotina.

Os conteúdos jornalísticos são ótimas fontes para obtenção de insights para traçar estratégias diferenciadas para seu cliente.

Com olhar aguçado, você consegue enxergar que tipo de assunto seu cliente domina, diferenciais que podem ser aproveitados em releases e assuntos que estão em alta no nicho de mercado da marca.

Portanto, utilize os relatórios do clipping de seu cliente a seu favor. Não os deixe guardados em uma pasta do Google Drive até o próximo ano. Não esqueça que timing é fator essencial na assessoria de imprensa.

Para se destacar na arte de “como fazer clipping digital em rotinas corridas”, sugerimos o download do nosso Guia definitivo do clipping digital. O material é gratuito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *